Pontos turísticos de Paris: saiba quais são os principais

Visitar Paris  / 

Ah, Paris! Quem nunca sonhou conhecer a cidade da luz? São tantos os pontos turísticos de Paris que estão no nosso imaginário, que fica difícil até escolher quais visitar.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Mas não fique desesperado: a capital francesa é aquele tipo de cidade que você irá querer voltar diversas vezes. Então, se não conseguir fazer tudo em uma só viagem, guarde as outras dicas para as próximas.

Pontos turísticos de Paris: conheça a cidade

Conhecida mundialmente por ter sido berço de batalhas e casos históricos do continente Europeu, a capital francesa é, também, a cidade mais populosa do país.

É, também, uma das mais visitadas em todo o mundo. Abrigando centenas de monumentos em todo território, Paris é uma cidade importantíssima na história do mundo. E passear por ela é reconhecer-se, também, parte dessa história.

Paris é símbolo da cultura francesa e foi morada de diversos escritores e artistas. A cidade atrai quase 30 milhões de visitantes por ano, além de ser uma das capitais da moda e do luxo.

Os 15 principais pontos turísticos de Paris

Montar um roteiro por Paris não é uma das tarefas mais fáceis: apesar de muitas atrações, é preciso muitos dias para conhecer tudo.

Separamos aqui os 15 principais pontos turísticos de Paris, para ajudá-lo a saber quais são de interesse na sua próxima viagem.

1. Museu do Louvre

O Museu do Louvre é, sem dúvida, um dos principais pontos turísticos de Paris. É, ainda, o museu mais visitado do mundo. Inaugurado em 1793, ele guarda em suas dependências mais de 35 mil obras de arte.

Fica localizado no Palácio do Louvre. A arquitetura do prédio, que data do século XII, fica junto à uma moderna pirâmide, construída em 1989. Costumava ser o palácio real, até a de Luís XVI decidir mudar-se para o Palácio de Versalhes, em 1682.

É lá que ficam algumas das mais importantes obras de arte do mundo como a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, e a Vênus de Milo, além de obras egípcias. São 3 prédios, sendo preciso mais de um dia para a visita.

Ao entrar, busque o guia com as principais obras e escolha as que quer visitar. Se quiser conhecer as obras em mais detalhes, faça um tour guiado sem fila com um guia especialista. O tour dura 2 horas e custa 65€.

Endereço: Rue de Rivoli, 75001
Como chegar: Estações de metrô Louvre/Rivoli ou Palais Royal/Musée du Louvre
Horário de funcionamento: Quarta à segunda, das 9h às 18h. Nas quartas e sextas funciona até mais tarde, às 21h45. Fechado às terças
Ingresso: 17€
– Comprando online no site oficial é preciso marcar dia/hora de visita
– Entrada gratuita para menores de 18 anos e cidadãos europeus de até 25 anos
Ingresso Museu do Louvre com Horário de Entrada: 17€ + 3€ (de taxa de reserva)

2. Jardim de Luxemburgo

Um dos jardins mais bonitos entre os pontos turísticos de Paris é o Jardim de Luxemburgo. Sua construção data entre 1615 e 1617, quando Maria de Médicis, que ainda vivia no Louvre enquanto era Palácio Real, decidiu construir um palácio de estilo italiano. Hoje, o Palácio de Luxemburgo, situado no jardim, é a sede do senado francês.

Pontos turísticos de Paris Jardim Luxemburgo

Com o passar do tempo, mais terrenos próximos foram sendo adquiridos, o que transformou a imensidão do seu tamanho. Inicialmente com 8 hectares de área, ele tem, agora, mais de 22,4.

O jardim possui uma enorme coleção de estátuas, além de pequenos lagos, um pequeno teatro de fantoches, um pomar e um restaurante. Dica de passeio para quem estiver passando por perto e quiser dar uma descansada. Fica próximo ao Teatro Odéon.

Além de ser um dos pontos turísticos de Paris, o Jardin du Luxembourg, como é chamado em francês, também é bastante frequentado pelos moradores da cidade. Fica em uma das regiões mais charmosas da cidade, no Quartier Latin.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

Endereço: 75006 Paris, France
Como chegar: Metrô – estações Odéon e Notre-Dame-des-Champs. RER: estação Luxembourg
Horário de Funcionamento: das 8h às 17h
No verão, entre julho e agosto, funciona até mais às 21 horas

3. Torre Eiffel

Se você pensar em Paris, certamente a Torre Eiffel virá como símbolo da cidade. Com 300 metros de altura, a torre foi construída para a Exposição Universal de Paris, em 1889.

Criada por Gustavo Eiffel, a torre demorou mais de dois anos para ficar pronta. Mas nem sempre foi considerada um “amor” pelos parisienses. No começo, alguns artistas a consideraram monstruosa e chegou a ser cogitada para ser desmontada.

Todavia, acabou por ser uma antena de radiodifusão, no século XX, com as guerras mundiais. Ainda bem que não foi, virando, assim, esse emblema da cidade e um dos principais pontos turísticos de Paris.

Só a Torre Eiffel recebe mais de 7 milhões de turistas por ano.

Como subir na Torre Eiffel?

As filas de acesso para subir em um dos andares da Torre e ver, assim, uma incrível vista da cidade, costumam ser enormes. É possível ter acesso de elevador e por escadas (até o segundo andar). Desta forma, costuma ser mais barato. O porém é que você terá que subir 1.665 degraus.

É possível adquirir o acesso até o segundo andar ou até o topo, de elevador. Se quiser conhecer mais a história com um guia especializado, recomendamos o tour ao topo da Torre Eiffel de elevador por 60€, por pessoa.

Endereço: Champ de Mars, 5 Avenue Anatole France, 75007 Paris
Como chegar: De Metrô na estações: Trocadero, linhas 6 e 9; Ecole militaire (linha 8); Bir Hakeim. Ônibus: linhas 42, 69, 72, 82 e 87. RER: Champ de Mars – Tour Eiffel, linha C
Horário de Funcionamento:
De 14 de junho a 31 de agosto: das 9h às 00:45 horas
Resto do ano: das 9h30 às 23:45 horas
Ingressos:
Adultos:
Elevador ao 2º andar: 16,30€
Até o andar superior: 25,50€
Subir por escadas ao 2º andar: 10,20€

Jovens entre 12 e 24 anos:
Elevador ao 2º andar: 8,10€
Ao andar superior: 12,70€
Subir por escadas ao 2º andar: 5,10€

Crianças de 4 a 11 anos:
Elevador ao 2º andar: 4,10€
Até o andar superior: 6,40€
Subir por escadas ao 2º andar: 2,50€

Menores de 4 anos: entrada gratuita

Torre Eiffel Ingresso Sem Fila com Acesso ao Topo: 63,99€

4. Catedral de Notre Dame

Mais um símbolo da capital francesa, a Notre Dame, um dos pontos turísticos de Paris, é uma das catedrais góticas mais antigas do mundo. Foi construída na Île de la Cité, região da cidade, entre 1163 e 1245.

O nome Notre Dame significa Nossa Senhora e a catedral é dedicada à Virgem Maria. São oito séculos de história, e ela já foi reformada em várias ocasiões. Dentre as reformas, foram incluídas a rosácea sul e as estátuas das capelas.

Paris Notre Dame

Já recebeu diversos acontecimentos importantes, como a coroação de Napoleão Bonaparte e até a beatificação de Joana D’Arc. A catedral de Notre Dame, no entanto, segue fechada, após o incêndio sofrido em abril de 2019. O que ocasionou danos significativos no telhado, e na agulha da torre principal, que caiu.

Por isso, as visitas seguem canceladas até a nova abertura. No entanto, como símbolo e um dos principais pontos turísticos de Paris, vale a pena passar em frente para ver sua imponência.

Porém, ainda é possível fazer um passeio Notre Dame por fora e Île de la Cité com guia de áudio, explorando a região, considerada o coração de Paris. O passeio dura uma hora.

Endereço: 6 Parvis Notre-Dame – Pl. Jean-Paul II, 75004 Paris
Como chegar: Metrô, estação Cité (linha 4); RER: Saint-Michel – Notre-Dame (linhas B e C); Ônibus: 21, 38, 47, 85 e 96

5. Montmartre

Este é um passeio que pode durar uma manhã, uma tarde ou até um dia inteiro. Situado no alto de uma colina, o bairro de Montmartre é, todo ele, um dos pontos turísticos de Paris mais visitados.

Conhecido como o bairro dos pintores e artistas, é lá que fica a Basílica de Sacré Coeur, além de vários restaurantes. É onde Paris respira arte e boêmia.

Montmartre foi, no passado, um povoado independente, até o ano de 1860. Só tornou-se parte de Paris no século XVIII. Acabou por adquirir uma fama nada boa: parte da boêmia também estavam os cabarés e bordéis. Sabe o Moulin Rouge? É uma casa de shows do bairro, onde é possível assistir a um espetáculo que remonta à época.

Explore o bairro: suba de escadas, ou através de um funicular, até a Place du Tertre, a parte mais alta da colina. Lá, você verá artistas pintando quadros, lojinhas de arte e bons restaurantes.

Faça uma excursão a pé de 2 horas em Montmartre e conheça todos os detalhes de Montmartre.

Localização: Montmartre
Como chegar: Metrô: estações Abbesses (linha 12); Anvers (linha 2); Pigalle (linhas 2 e 12); Blanche (linha 12)

6. Basílica de Sacré-Coeur

Uma das principais atrações do bairro de Montmartre e um dos pontos turísticos de Paris mais visitados. Sua enorme cúpula, que pode ser vista de vários locais da cidade.

Sacré-Coeur, ou Sagrado Coração, está no alto da colina de 130 metros de altura. Suba as escadas até chegar nela e veja uma bonita vista da cidade.

A Basílica é uma obra de Paul Abadie e começou a ser construída em 1875, sendo finalizada em 1914. São 83 metros de comprimento e, só sua torre, possui o mesmo tamanho de altura. É majestosa.

Se tiver sorte e chegar em hora de missa, poderá ver os cânticos da igreja. A entrada é gratuita, então não deixe de ver todos os detalhes internos da basílica.

Endereço: 35 Rue du Chevalier de la Barre, 75018 Paris
Como chegar: Através do Funicular de Montmartre ou desça nas estações de metrô Abbesses (linha 12) e Anvers (linha 2) e suba até ela
Horário de funcionamento: Todos os dias, das 6h às 22h30

7. Arco do Triunfo

Testemunha de vários momentos históricos da cidade de Paris, o Arco do Triunfo pode ser colocado junto à Torre Eiffel, como um dos símbolos mais famosos e poderosos da cidade.

O Arco do Triunfo representa as vitórias do exército francês sob as ordens de Napoleão Bonaparte. Que foi, inclusive, o nome que ordenou a construção do monumento.

Pontos turísticos de Paris Arco Triunfo

É um espetáculo: ele fica bem no meio da Place Charles de Gaulle, o que permite chegar através de várias ruas e avenidas da cidade, incluindo a famosa avenida Champs-Élysées.

São 50 metros de altura que teve duração de 30 anos de construção. Alguns dos momentos históricos que a atração foi testemunha estão a passagem dos restos mortais de Napoleão, em dezembro de 1840, e os desfiles militares das duas guerras mundiais, em 1919 e 1944.

É possível subir no Arco do Triunfo para conferir a vista da cidade, principalmente da Champs-Élysées e do Bairro de La Defénse. No interior, embaixo do Arco, é possível ver um pequeno museu, com a história da construção.

Endereço: Place Charles de Gaulle, 75008 Paris
Como chegar: Metrô e RER estação Charles de Gaulle – Etoile
Horário de funcionamento:
De 2 de janeiro a 31 de março: das 10h às 22h30
De 1º de abril a 30 de setembro: das 10h às 23h
De 1º de outubro a 31 de dezembro: das 10h às 22h30
Ingressos:
Adultos: 12€
Menores de 18 anos: entrada gratuita
Cidadãos entre 18 e 25 anos: 10€
Entrada Sem Fila Terraço do Arco do Triunfo: 12€

8. Champs-Élysées

E já que você vai ao Arco do Triunfo, vá ou volte pela Champs-Élysées, a avenida mais famosa e um dos pontos turísticos de Paris.

Andar pela avenida já é o próprio passeio: lojas famosas em um calçadão largo, ela tem uma extensão de quase dois quilômetros. É tida como a via mais bonita da cidade, além de ser uma das mais famosas do mundo.

A história da Champs-Élysées data de 1640 e começou com um grande alinhamento de plantação de árvores, o que se transformaria depois na imensa avenida. O nome, que traduzido para o português significa Campos Elíseos, vem da mitologia grega e quer dizer “paraíso cristão”.

Para quem quer fazer compras em Paris, é um endereço certo, com lojas de variadas marcas mundiais. Além de ter o espaço para quem gosta de passear de bicicleta pela cidade: é nela, inclusive, a linha de chegada do Tour da França.

Passeando nela você irá passar pela Place de la Concorde, rodeada por jardins e edifícios como o Palácio do Descobrimento, o Petit Palais e o Grand Palais.

De um lado, está o Jardin des Tuileries, onde fica o bonito Musée de L’Orangerie e, do lado oposto da avenida, o bairro de La Defénse, onde fica o Grande Arco. No meio, está o Arco do Triunfo.

Localização: Champs-Élysées
Como chegar: Metrô – Estações: Champs-Élysées-Clemenceau, linhas 1 e 13; Franklin D. Roosevelt, linhas 1 e 9; George V, linha 1; Charles de Gaulle – Étoile, linhas 1, 2 e 6

9. Musée de l’Orangerie

O Museu Orangerie não é, normalmente, a primeira aposta dos turistas em Paris, mas nós recomendamos a visita fortemente. Pequeno, ele fica situado nos Jardin des Tuileries, junto à Place de la Concorde, e tem um dos acervos mais bonitos de história da arte.

Foi construído em um edifício de 1853, feito para servir de estufa de laranjeiras. Ele abriga uma coleção de pinturas impressionistas, do melhor que existe no mundo. É nele que ficam as famosas salas ovais de Monet, suas obras-primas.

Artistas como Cézanne, Renoir, Picasso, Rousseau, Matisse e Modigliani são nomes que também estão em exposição no charmoso museu.

Endereço: Jardin Tuileries, 75001 Paris
Como chegar: Metrô: estação Concorde (linhas 1, 8 e 12). Ônibus: linhas 24, 42, 52, 72, 73, 84 e 94
Horário de funcionamento: De quarta a segunda: das 9h às 18h horas. O museu fecha às terças
Ingressos: 9€
Menores de 18 anos e cidadãos da UE entre 18 e 25 anos: entrada gratuita
Primeiro domingo de cada mês: entrada gratuita
Ingresso antecipado e sem fila para Musée de l’Orangerie: 12€

10. Museu Picasso

Outro dos pontos turísticos de Paris menos visitado, mas nem por isso menos importante, é o Museu Picasso. O local é uma verdadeira homenagem ao pintor espanhol, que viveu parte de sua vida na cidade. Reúne documentos, fotografias e obras que pertenceram ao artista.

Considerado um importante centro de estudos sobre a vida e obra do artista plástico espanhol, o Museu Picasso ainda fica instalado em um dos bairros mais charmosos de Paris, o Les Marais.

O edifício secular, construído entre 1656 e 1659, já abrigou a Embaixada da República de Veneza, uma instituição para jovens e a Escola Central de Artes e Manufaturas.

Dentre suas exposições, temporárias e permanentes, circulam mais de 200 pinturas, 150 esculturas, além de cerâmicas, desenhos, quadros em relevo, gravuras e manuscritos feitos pelo artista.

O museu também é recheado de fotografias de Picasso, assim como filmes e documentos sobre seu processo criativo enquanto artista.

Se tiver em família, você pode fazer uma excursão guiada pelo Museu Picasso para famílias com crianças. Um guia turístico privado mostra os detalhes dos trabalhos de Pablo Picasso, envolvendo e encantando crianças e adolescentes.

Endereço: 5 Rue de Thorigny, 75003, Paris
Como chegar: Metrô Estações St-Paul( linha 1); St-Sébastien Froissart e Chemin Vert (linha 8). Ônibus: linhas 26, 69, 75 e 96
Horário de funcionamento: 10h30 às 18:00 horas, de terça a sexta e das 9h30 às 18 horas, sábados, domingos e feriados
Ingressos: 14€
Com áudio guia: 19€ – ingresso + áudio guia
A entrada é gratuita no primeiro domingo e para menores de 18 anos

11. Quartier Latin

Já ouviu falar em Saint Michel, Saint Germain e a tradicional universidade de Sorbonne? Todos estes pontos turísticos de Paris estão situados no Quartier Latin.

Não considerado um bairro, mas uma região que engloba o bairro número 5 e uma parte do 6 é, também, uma das áreas mais charmosas da cidade.

Por ter uma concentração de universidades e de escolas, o nome do local é este pois, na idade média, o ensino era ministrado em latim.

Tem o seu ponto central na Sorbonne, situada na boulevard Saint Michel. O local merece um passeio longo, a pé, passando por Saint Germain e locais como o Panthéon e a conhecida rua La Huchette.

Dê uma passeada pela região, por suas ruelas, tome um café ou aproveite para fazer uma refeição. De lá, é fácil ir andando para a Île de la Cité. Pegue Boulevard Saint-Michel em direção ao rio Sena e caminhe até Notre Dame.

O Jardim de Luxemburgo também fica bem próximo à região.

Localização: Quartier Latin
Como chegar: Metrô – estação: Saint-Michel (linha 4). RER: Saint-Michel – Notre-Dame (linhas B e C)

12. Panthéon

O Panthéon, ou Panteão de Paris, foi construído entre 1764 e 1790. Foi o primeiro lugar de onde era possível se ver Paris do alto. Fica na região do Quartier Latin, e bem próximo ao Jardim de Luxemburgo.

O Panteão foi criado para ser uma igreja, combinando a simplicidade da arquitetura gótica com a majestosa arquitetura grega. A fachada revisita o Panteão de Roma, construído antes de Cristo.

monumento pantheon

É possível entrar e visitar o interior do edifício, além de poder entrar a cripta. É lá onde estão, atualmente, as tumbas de franceses famosos. Entre eles, estão Voltaire, Rousseau, Victor Hugo, Marie Curie, Louis Braille e Jean Monnet.

Quem tiver interesse em entrar, poderá ver na área interna do Panthéon o clássico pêndulo de Foucault.

Adquira o bilhete de entrada junto com um tour autoguiado pelo Panthéon, com duração de uma hora por 19€.

Endereço: Place du Panthéon, 75005 Paris
Como chegar: Metrô – estação Cardinal Lemoine (linha 10); RER: Luxembourg (linha B); Ônibus: linhas 21, 27, 38, 82, 84, 85 e 89
Horário de funcionamento:
De 02 de janeiro a 31 de março: das 10h às 18h
De 1º de abril a 30 de setembro: das 10h às 18h30
De 1º de outubro a 31 de dezembro: das 10h às 18h
Ingressos:
Adultos: 9€
Menores de 18 anos: entrada gratuita
Cidadãos entre 18 e 25 anos: 7€

13. Les Invalides

Les Invalides é um dos pontos turísticos de Paris considerados mais importantes para toda a França. Além de sua história, é lá que abriga a sepultura de um dos personagens mais importantes do país: Napoleão Bonaparte.

O Palácio Nacional Les Invalidez foi construído ainda no século XVII. Servia como residência para os soldados franceses aposentados ou afastados do serviço.

Eles começaram a chegar por volta de 1674, chegando a ser mais de 4 mil soldados no final do século. O monumento tem sua importância tanto pela riqueza artística, como pelo seu imponente aspecto. Com uma bela cúpula dourada, faz parte do importante passado francês.

Dentro do Les Invalides ainda é possível visitar o Museu do Exército. Compre a entrada prioritária para o Túmulo de Napoleão e o Museu do Exército por 12€ e evite filas.

Se quiser conhecer em detalhes, faça uma excursão guiada, tanto pelo túmulo de Napoleão Bonaparte como pelo Museu do Exército. Tem duração de 2 horas e meia e custa 42,90€.

Endereço: 129 Rue de Grenelle, 75007 Paris, France
Como chegar: Metrô – estação Invalides (linhas 8 e 13); RER: Invalides (linha C); Ônibus: linhas 28, 49, 63, 69, 82, 83, 87 e 92
Horário de funcionamento:
De abril a setembro: das 10h às 18 horas
De outubro a março: das 10h às 17 horas
Fechado nos dias 1º de janeiro, 1 º de maio e 25 de dezembro e na primeira segunda-feira de cada mês
Ingressos:
Adultos: 11€
Terças a partir das 17h: 9€

14. Museu D’Orsay

Considerado um dos mais bonitos museus de Paris, o Museu D’Orsay abrange obras em períodos entre as que estão no Museu do Louvre (antigas) e as que estão no Centro Pompidou (modernas).

A história do Museu D’Orsay é interessante: ele está localizado em uma antiga estação de trem que foi inaugurada em 1900 para a Exposição Mundial de Paris. Funcionou como tal até 1939, ficando abandonada até 1977. Desde então, a ideia de transformá-la em um museu surgiu e fez sucesso.

Inaugurado em 1986, o D’Orsay ainda conserva a estrutura da antiga estação de trens, agora recheado de obras de arte. Com pinturas impressionistas e pós-impressionistas, tem uma vasta coleção de escultura, artes decorativas e arquitetônicas.

Dentre os grandes nomes com obras lá, estão Renoir, Cézanne, Gauguin e Monet. Também é possível apreciar as famosas bailarinas de Edgar Degas e a famosa Noite Estrelada no Rhone (Starry Night Over the Rhone) do pintor holandês Van Gogh.

O Museu D’Orsay é daqueles que merecem ser vistos com cuidado. Por isso, confira a série de tours guiados oferecidos pelo site Get Your Guide.

Entre eles, sugerimos o ingresso Museu d’Orsay com acesso reservado, por 17€ e a excursão guiada Destaques do Museu de Orsay sem fila por 54€.

Endereço: 1 Rue de la Légion d’Honneur, 75007 Paris, France
Como chegar: Metrô – estação Solferino (linha 12); RER: Musée d´Orsay (linha C); Ônibus: linhas 24, 63, 68, 69,73, 83, 84 e 94
Horário de funcionamento: De terça a domingo: das 9:30 às 18h horas (nas quintas, fecha às 21:45 horas). O Museu D’Orsay é fechado às segundas
Ingressos:
Adultos: 14€
Menores de 18 anos e cidadãos da União Europeia (entre 18 e 25 anos): entrada gratuita
Evite filas e compre o ingresso do Museu D’Orsay junto com o Orangerie: 22€

15. Le Marais

Outra das regiões mais charmosas de Paris, e também uma boa dica de hospedagem, é o bairro Le Marais. O local inteiro é considerado um dos pontos turísticos de Paris, por seu estilo de viver de quem vive por lá.

Antes uma zona pantanosa, o Le Marais é, hoje, um dos distritos mais cosmopolitas da cidade. O Marais está na moda, digamos assim.

rua de marais em paris

Lá estão algumas das atrações que podem, também, estar na sua visita à cidade. Dentre elas a Place des Vosges, a mais antiga praça planejada de Paris, o Museu Carnavalet, o Museu Picasso, a Casa de Victor Hugo e, o mais conhecido de todos, o super moderno Centro Pompidou.

É uma das regiões mais gostosas de se caminhar a pé por Paris. Aproveite para conhecer a grande variedade de lojas e restaurantes do bairro.

Uma curiosidade sobre o Marais: é onde reside a maior comunidade judia da Europa. Além de ser considerado o bairro gay de Paris.

Se quiser conhecer mais sobre o bairro, o tour privado Paris Inesperada, de 2 horas, mostra um lado inusitado da cidade. Saiba mais sobre bairro de Marais e a Place des Vosges por 229€ (valor para um grupo de até 8 pessoas).

Localização: Les Marais
Como chegar: Metrô – estações: Saint Paul (linha 1); Hôtel de Ville (linhas 1 e 11); Rambuteau (linha 11)

Preparando sua viagem a Paris

Sabia que, para entrar na França o seguro de viagem é obrigatório? Por isso, sugerimos que você confira os valores no nosso comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Ganhe desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICAS5 (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%).

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.