Roteiro Amsterdam: saiba o que é imperdível de 3 a 5 dias na cidade

Visitar Amsterdam  / 

A capital da Holanda é viva, moderna, contemporânea e tem espírito livre. Ao mesmo tempo, guarda recordações e memórias de um passado em guerra, junto à arte de artistas reconhecidos mundialmente. Confira um roteiro em Amsterdam de 3 a 5 dias na cidade e aproveite para se deliciar com a cidade que parece ter saído de um quadro de Van Gogh.

Encontre o melhor pacote de férias para a Europa

Pacotes de Viagem, Circuitos, Multi Destinos, Cruzeiros.

Confira as promoções na Logitravel e garanta sua viagem dos
sonhos para a Europa.

VER OFERTAS DE FÉRIAS »

Como chegar em Amsterdam

A capital da Holanda e cidade mais populosa do Reino dos Países Baixos, Amsterdam está localizada no litoral norte do país. É a quinta cidade europeia em importância no mundo dos negócios, ficando atrás apenas de Londres e Frankfurt, e de suas vizinhas Paris e Bruxelas.

Para chegar à cidade, atualmente existem mais opções de voos diretos saindo do Brasil. Companhias aéreas saem das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza em voos sem escalas.

De avião, o Aeroporto Schiphol é o ponto principal. É, também, o aeroporto mais importante do país. Sugerimos fazer uma comparação de passagens aéreas utilizando o comparador do site Kayak. Ainda é possível colocar alertas de passagens, para receber sempre a baixa ou o aumento dos preços.

Se chegar na cidade de trem, a Estação Centraal recebe, diariamente, passageiros vindos de cidades vizinhas ou próximas, como Paris, Bruxelas e Berlim. Veja trechos e tarifas no site da Rail Europe. De ônibus, a Eurolines também faz diversos trajetos.

Roteiro Amsterdam: a cidade das bicicletas

Apesar de ter um sistema de transporte público bem eficiente, Amsterdam é conhecida por um veículo bastante utilizado por moradores de todas as idades: as bicicletas. São mais de 400 mil bikes circulando pela cidade, que conta com uma infraestrutura especial para os ciclistas.

Se não for a sua ideia, aproveite para caminhar bastante: a cidade é plana e tem uma arquitetura interessante, permeando seus canais, que merece ser admirada.

Além disso, é possível usar ônibus, trams (ou bondes) para ir a locais mais distantes. A cidade também oferece o ônibus turístico, o Hop-On Hop-Off em Amsterdam, com preços a partir de 21€ por pessoa.

Uma sugestão é aproveitar os canais, em dias de temperaturas agradáveis, e fazer um Passeio de Barco em Amsterdam com duração de pouco mais de uma hora. A partir de 12,68€ por pessoa.

Confira algumas opções de roteiro em Amsterdam. Separamos atrações de 3 a 5 dias. Escolha o que melhor se encaixa no seu planejamento e curta bastante a cidade.

Roteiro Amsterdam: Dia 1

Dia 1: Manhã

No seu primeiro dia na cidade, vá direto ao coração dela: a Praça Dam. É a praça mais importante de Amsterdam e guarda um dos principais monumentos da cidade: o Monumento Nacional, um obelisco de 22 metros de altura, construído em homenagem aos soldados holandeses que perderam suas vidas na Segunda Guerra Mundial.

É lá que também está o Palácio Real, construído entre 1648 e 1655, e o Museu Madame Tussaud. Fica localizada bem no centro da cidade.

Praça Dam

Localização: Praça Dam
Como chegar: Bonde: Dam, linhas 4, 9, 16, 24 e 25
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

De lá, continue caminhando e dê uma volta pela cidade. Aproveite o primeiro dia do seu roteiro em Amsterdam para se ambientar e conhecer sua arquitetura peculiar.

Dia 1: Tarde

Siga até o Mercado das Flores que, além de ser um dos pontos turísticos, é o local preferido dos locais para comprar flores e plantas.

O mercado ainda é flutuante, pois está organizado em plataformas e barcos às margens do Canal Singel. Além de lindo, é ótimo para comprar as lembrancinhas da viagem.

Mercado das Flores

Localização: Singel, 1012 DH Amsterdam, Holanda
Como chegar: Bonde: Koningsplein, linhas 1, 2 e 5; Muntplein, linhas 4, 9, 14, 16, 24 e 25
Horário:
De segunda a sábado, das 9h às 17h30
Aos domingos, das 11h30 às 17h30
Ingresso: gratuito

Vai viajar para a Europa? Veja todos os documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.

RECEBER GRÁTIS »

Termine a tarde conhecendo a Oude Kerke, uma igreja construída em 1302 e que leva o título de edifício mais antigo da cidade. Situada no coração do Red Light District, o bairro vermelho, a igreja tem um interior interessante, que vale ser visitado.

Oude Kerke

Localização: Oudekerksplein 23, 1012 GX Amsterdam, Holanda
Como chegar: Bonde: Dam, linhas 4, 9, 16, 24 e 25
Horário:
De segunda a sábado, das 10h às 18h
Domingos, das 13h às 17h30
Fechado nos dias 25 de dezembro e 17 de abril
Ingresso:
Adultos: 12€
Estudantes, menores de 21 anos e portadores de CJP (carnê jovem, disponível para quem tem menos de 30 anos): 7€
Menores de 13 anos: entrada gratuita

Dia 1: Noite

À noite, vá até à Praça Spui para um café. É nela que fica a famosa estátua Het Lieverje, que representa a juventude de Amsterdam.

A história do local é interessante: esta zona era um corpo de água que marcava o limite de onde terminava a cidade. Em 1882, a zona foi preenchida, tornando-se a praça.

Aproveite e passeie por lá: a praça oferece opções de compra de obras de arte, livros, tomar um café ou, simplesmente relaxar. Na Praça Spui também ficam os mercados ao ar livre.

Praça Spui

Localização: Praça Spui
Como chegar: Bonde: Spui, linhas 1, 2 e 5
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Se tiver curiosidade, conheça alguma das coffee shops da cidade. Os coffee shops de Amsterdam guardam uma diferença de outras cafeterias pelo mundo.

É nas coffee shops que a venda da maconha é legalizada na cidade. Na maior parte delas, as que oferecem cannabis não podem vender bebidas alcoólicas e nem é permitido fumar tabaco.

Roteiro Amsterdam vida noturna

Você pode ir conhecer o Red Light District na parte da noite e aproveitar a animação da região. Uma sugestão de passeio é o Tour Distrito da Luz Vermelha e Coffee Shop, com duração de 2 horas e meia.

Roteiro Amsterdam: Dia 2

Dia 2: Manhã

No segundo dia do seu roteiro em Amsterdam, vá direto para o Museu Van Gogh: é imperdível. É um dos principais pontos turísticos da cidade e, certamente, um dos mais impressionantes, pois guarda uma vasta coleção da obra do pintor holandês Vincent Van Gogh.

Separe a manhã para a visita: o museu tem 3 andares, com mais de 200 pinturas, 500 desenhos e centenas de cartas do artista, contando sua história de vida e, principalmente, a evolução de sua arte.

Compre o ingresso antecipado para o Museu Van Gogh e evite a fila da bilheteria, que costuma estar cheia.

Museu Van Gogh

Localização: Museumplein 6, 1071 DJ Amsterdam, Holanda
Como chegar: Bonde: van Baerlestraat, linhas 2, 3, 5 e 12
Horário:
29 de abril a 20 de junho: das 9h às 18h (sextas das 9h às 21h)
21 de junho a 1º de setembro: das 9h às 19h (sextas e sábados das 9h às 21h)
2 de setembro a 27 de outubro: das 9h às 18h (sextas das 9h às 21h)
28 de outubro a 22 de dezembro: das 9h às 17h (sextas das 9h às 21h)
23 a 31 de dezembro: das 9h às 19h (sextas e sábados das 9h às 21h)
Ingresso:
Adultos: 19€
Menores de 18 anos: entrada gratuita

Dia 2: Tarde

Depois de uma manhã no museu, separe a tarde do seu segundo dia para conhecer o Vondelpark, o maior parque de Amsterdam é um ótimo espaço para descansar entre um passeio e outro, ou para curtir um fim de tarde.

Considerado Monumento Nacional, dando valor cultural e histórico ao parque, é perfeito para caminhar, andar de bicicleta e relaxar.

Vondelpark

Localização: Vondelpark
Como chegar: As linhas do bonde 1 e 2 percorrem os extremos norte e sul do parque
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Dia 2: Noite

No final da tarde, início da noite, vá conhecer a região de Noord, às margens do rio IJ, na parte oposta à Estação Centraal de Amsterdam.

Onde antes estavam galpões abandonados e fábricas já desativadas, virou um point na cidade com centros culturais, hostels e restaurantes.

Para chegar lá, pegue um dos ferries gratuitos que ficam no fundo da estação de trem e atravesse o rio IJ. Aproveite para jantar por lá e terminar a sua segunda noite do roteiro em Amsterdam.

Roteiro Amsterdam: Dia 3

Dia 3: Manhã

Na terceira manhã em Amsterdam, relaxe fazendo um passeio pelos canais da cidade. Eles fazem parte da paisagem, além de serem bastante simbólicos: sempre vai ter um canal no meio do seu caminho. Aproveite, e tire muitas fotos.

Você também vai ver gente morando nos barcos nos canais: milhares de famílias usam como moradia e hotel.

Faça o Cruzeiro Canal de 1 hora com Guia de Áudio ou o Passeio de Barco pelos Canais da Cidade e percorra Amsterdam nos seus clássicos barcos. O local de saída depende do passeio de barco que você escolher.

Dia 3: Tarde

Separe a tarde para conhecer mais a parte cultural da cidade. Vá novamente à Museumplein, onde fica o Museu Van Gogh, e entre no segundo museu imperdível da cidade, o Rijksmuseum, o Museu Nacional.

Ele é considerado o melhor de toda a Holanda e guarda uma coleção sobre o Século de Ouro Holandês, atraindo mais de dois milhões de visitantes por ano.

Dentre as obras que estão expostas lá, destaque para o melhor quadro de Rembrandt, A Ronda Noturna, o clássico A Leiteira, de Johannes Vermeer, dentre outros.

Se for em uma época de alta estação, as filas para entrar no Rijksmuseum costumam ser grandes. Por isso, adquira o ingresso sem fila. Preços a partir de 21€ por pessoa.

Rijksmuseum

Localização: Museumstraat 1, 1071 XX Amsterdam, Holanda
Como chegar: Bonde: Hobbemastraat, linhas 2 e 5; Concertgebouw, linha 12
Horário: todos os dias, das 9h às 17h
Ingresso:
Adultos: 19€
Jovens até 18 anos: entrada gratuita

Dia 3: Noite

Depois de passar a tarde no museu, vá curtir a noite em uma das experiências mais visitadas de Amsterdam: a Heineken Experience. Com uma exposição interativa, o local se dedica a contar a história da famosa marca de cerveja.

O local fica onde antes funcionou a primeira fábrica usada pela empresa, construída em 1867. Durante a visita, é contada a história sobre o processo de fabricação da cerveja e a evolução da marca criada pela família Heineken.

É um passeio recomendado para quem gosta da cerveja, ou tem interesse por esse mundo. Compre o ingresso antecipado, pois esgota rápido.

Heineken Experience

Localização: Stadhouderskade 78, 1072 AE Amsterdam, Holanda
Como chegar: Bonde: linhas 7, 10, 16, 24, 25 e 78
Horário:
De segunda a quinta, das 10h30 às 19h30
Sexta a domingo, das 10h30 às 21h
Julho e agosto:
Todos os dias, das 10h30 às 21h (última entrada às 19h)
Nos dias 24 de dezembro e 31 de janeiro o funcionamento vai até 16h, com última entrada às 14h
Pode fechar em feriados
Ingresso:
Adultos: 18€
Jovens de 12 a 17 anos: 14,50€
Crianças até 11 anos: entrada gratuita

Roteiro Amsterdam: Dia 4

Dia 4: Manhã

Se for ficar mais tempo na cidade, deixe a visita à Casa de Anne Frank para o quarto dia. Assim, você consegue conhecer com calma o local onde viveu a personagem real do livro “O Diário de Anne Frank“. A obra conta a história de uma adolescente escondida durante a Segunda Guerra Mundial.

Foi nessa casa, que hoje é um museu, que a garotinha e sua família viveram durante a invasão nazista e a perseguição aos judeus.

Na visita, é possível entrar no armazém dos pais de Anne, no escritório das pessoas que os ajudaram durante o tempo em que estiveram escondidos e outros detalhes curiosos.

A casa fica no coração da cidade e, por isso, provavelmente você verá grandes filas em frente enquanto faz o seu roteiro Amsterdam. Isso quer dizer que demora para conseguir entrar e, por isso, a maior sugestão é adquirir o ingresso antecipado no site do museu, com horário reservado.

Se tiver ainda mais curiosidade sobre a história, faça uma excursão a pé para saber mais como viveu Anne Frank.

Casa de Anne Frank

Localização: Westermarkt 20, 1016 GV Amsterdam, Holanda
Como chegar: Bonde: Westermarkt, linhas 13 e 17. Ônibus: linhas 170, 171 e 172
Horário:
De 1º de abril a 1º de novembro: todos os dias, das 9h às 22h
30 de maio a 1º de setembro: todos os dias, das 8h30 às 14h
De 1º de novembro a 1º de abril: todos os dias das 9h às 19h (sábado até às 22h)
Ingresso:
Adultos: 10,50€
Crianças de 10 a 17 anos: 5,50€
Crianças menores de 9 anos: 0,50€

Dia 4: Tarde e noite

À tarde, faça mais um passeio a pé pela cidade. Siga primeiro para o Albert Cuypmarkt, a maior feira a céu aberto da Europa. Ele existe desde 1905 e recebe turistas e locais de Amsterdam.

Aproveite para almoçar por ali e sentir os cheiros e as curiosidades dos produtos. A rua não é aberta aos veículos, então apenas pedestres chegam à feira.

Albert Cuypmarkt

Localização: Albert Cuypstraat, 1073 BD Amsterdam, Holanda
Como chegar: Bonde: Frederiksplein, linha 4
Horário: segunda a sábado, das 9h às 17h
Ingresso: gratuito

De lá, siga para o Red Light District. Se o tempo estiver bom, sugerimos que vá andando mesmo, para ver a cidade: é uma caminhada longa, mas interessante.

O Red Light District, ou Bairro da Luz Vermelha, já foi tema de diversas discussões, mas tornou-se um dos locais mais visitados e deve constar no seu roteiro Amsterdam, tanto de dia, como de noite.

Roteiro Amsterdam Bairro da Luz Vermelha

Ele fica situado na parte antiga da cidade. Apesar de ser um local de prostituição, os bordéis de Amsterdam existem desde a Idade Média, quando eram administrados pelo Xerife e seus homens de confiança. Amsterdam é uma das treze cidades holandesas onde existe a prostituição nas vitrines: é legal desde 1911.

Lá, é possível ver as mulheres em vitrines trabalhando, suas luzes neons vermelhas, além de bares e restaurantes nas redondezas. Só cuidado: é proibido fotografar as moças nas vitrines.

Bairro da Luz Vermelha

Localização: Bairro da Luz Vermelha
Como chegar: Bonde: Dam, linhas 4, 9, 24 e 25; Niewwmarkt, linha 51
Horário: todos os dias, 24 horas
Ingresso: gratuito

Quando anoitecer e você quiser parar para jantar ou tomar uns drinks, o entorno do bairro tem diversos restaurantes, bares e baladas. A animação noturna por ali é destino certo.

Uma outra opção é fazer uma excursão noturna de barco pelos canais para ver toda a iluminação da noite da cidade.

Roteiro Amsterdam: Dia 5

Dia 5: Passeio de dia todo

E se ficar mais um dia na cidade, aproveite para conhecer os arredores de Amsterdam: eles também são encantadores.

São duas as boas opções: a primeira delas é ir ver os famosos moinhos de vento, símbolo máximo da Holanda. Uma opção é ir em Zaanse Schans, que é praticamente uma Holanda típica, daquelas que conhecemos da história.

Além dos moinhos de vento, dá para conhecer mais o processo de fabricação dos queijos, caminhar com tamancos de madeira e visitar alguns moinhos.

Além dos moinhos de vento, que são autênticos, as casinhas antigas dão um charme à cidade. Para chegar lá, basta pegar o ônibus 391 da Connexxion, que sai da estação Centraal a cada 15 minutos. A viagem tem duração de cerca de 45 minutos. Ou faça a Excursão de Meio Dia Moinhos de Zaanse Schans.

A segunda opção de passeio é sugerido para quem estiver na cidade entre março e maio: o maior parque de tulipas do mundo. Ele fica em Keukenhof e é um passeio imperdível.

A viagem dura cerca de uma hora, a partir de Amsterdam. O ônibus 858 da empresa Arriva sai do aeroporto Schiphol. Também existe a opção de traslado com entrada rápida no parque, ou utilizar o ônibus de turismo Hop On & Go Keukenhof com entrada.

Roteiro Amsterdam Keukenhof

Conheça outros pontos turísticos da Holanda.

Onde ficar durante seu roteiro em Amsterdam?

Uma das partes da viagem que mais precisará de pesquisa e planejamento é na hora de fechar a hospedagem em Amsterdam. Os valores não costumam ser baratos e confortáveis.

Para isso, recomendamos o uso dos sites comparadores: assim, você visualiza várias opções e preços antes de escolher. Sugerimos comparar preços de hospedagem na área de hotéis do site Kayak.

Na busca, procure por opções próximas às Praças Dam, Spui e Leidseplein. Será um ambiente animado durante todas as horas do dia. Em outras regiões, procure hospedagem perto de transporte público.

O bairro Jordaan é uma das principais escolhas dos turistas: está perto estação de trem central, restaurantes e opções sem muito luxo, mas com preços honestos.

Se quiser um outro tipo de experiência, fique hospedado nos próprios canais, nos barcos-casa. Alguns oferecem serviço de hotelaria.

Veja algumas sugestões de onde ficar em Amsterdam:

Hotel Categoria Estrelas Localização Preço médio
Canal House Luxo (melhor hotel) 5 estrelas Canal Keizersgracht 450€
Hotel Il Fiore Melhor custo benefício 3 estrelas Jordaan 161€
Rembrandt Square Hotel Mais barato 4 estrelas Centro 103€
Hans Brinker Hostel Amsterdam Hostel 1 estrela Centro 89€
Houseboat Little Amstel Barco 2 estrelas Canal 98€

 

Veja mais opções de hotéis em Amsterdam.

Roteiro Amsterdam: onde comer?

Amsterdam, apesar de pequena, tem um ar cosmopolita. Por isso, você irá se deparar com muitos restaurantes de outras nacionalidades.

Principalmente de lugares exóticos como Tailândia, Indonésia e China. Porém, não deixei de provar alguns dos pratos típicos da cozinha holandesa.

Roteiro Amsterdam praça Dam

Dentre eles, o Patat, comum em barracas de rua, são as famosas batatas fritas acompanhadas de molho. Ou os Kaas, queijos holandeses, que por aqui conhecemos como Gouda e Edam.

As almôndegas fritas com mostarda, chamadas de Bitterballen. E, claro, as cervejas. Na holanda, duas das mais conhecidas são a Pils e a Witbier.

Veja dicas de onde comer na cidade:

Roteiro Amsterdam: dica para economizar

Para pagar menos nas atrações, ter descontos e, até, pular a fila de entrada, uma das melhores opções é adquirir o I Amsterdam City Card.

Com preços a partir de 65€ (24 horas) por pessoa, até 130€ (120 horas), ele inclui entrada em 44 museus e atrações da cidade, além de descontos em restaurantes e cafés. Ainda oferece um cruzeiro diurno com o Blue Boat.

Outra opção, para quem quiser comprar os cartões válidos somente para museus é o Holland Card, que dá acesso a 100 atrações e museus, tanto em Amsterdam como em outras cidades do país. O valor muda de acordo com a quantidade de atrações a serem visitadas. Custa a partir de 45€, por pessoa.

Confira se o I Amsterdam City Card vale a pena em nosso artigo.

Planejando sua viagem para a Holanda

Para entrar na Holanda, é necessário ter um seguro viagem. O país faz parte do Tratado de Schengen, que exige um seguro com cobertura mínima de 30 mil euros.

Então, inclua no planejamento do seu roteiro Amsterdam um bom seguro viagem. Sugerimos que você confira os valores no nosso comparador de seguro viagem do Euro Dicas Turismo e escolha as melhores opções de seguro para a sua necessidade.

Nossos leitores ainda ganham desconto. Para pagar menos 10% do valor do seu seguro viagem, insira o nosso cupom de desconto EURODICASTURISMO (para ganhar 5% de desconto) na hora do pagamento e pague por boleto bancário (para ganhar mais 5%). Vale tanto para compras no nosso comparador, como diretamente no site do Seguros Promo. Boa viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas Turismo.
Compartilhe
Autor

Denise Mustafa é jornalista, fotógrafa e especializada em conteúdo e gerenciamento de marcas. Já passou uma temporada em Portugal, viajou bastante por aí e, agora vivendo no Brasil, escreve para grandes sites brasileiros de viagem, sempre à frente da sua Travessia Conteúdo & Branding, atravessando oceanos e contando suas experiências para outros viajantes.