O que fazer na França: veja o que não pode perder no país

Visitar França  / 

Paris é a capital, a principal cidade francesa e onde há o maior número de atrações turísticas no país. Porém, existem outras cidades próximas à capital com pontos turísticos interessantes, que você pode visitar em sua viagem. Veja neste artigo o que fazer na França.

Vai viajar para a Europa? Saiba todos documentos obrigatórios

Fizemos um checklist de todos os documentos recomendados e obrigatórios para se viajar para a Europa.


Aproveite o melhor da Europa sem qualquer preocupação.

RECEBER GRÁTIS »

Preparámos um guia com as principais programações que você não pode perder e escrevemos uma sugestão de roteiro. Além disso, você também verá sugestões de onde se hospedar.

O que fazer na França: pontos turísticos imperdíveis

Gastronomia sofisticada, vinhos conhecidos mundialmente, variedade geográfica, com montanhas, campos de flores e praias, além de muita arquitetura, cultura e história atraem turistas do mundo todo para a França.

De acordo com a Organização Mundial de Turismo, o país recebe por ano cerca de 76,8 milhões de turistas de outras nacionalidades, número 20% maior do que a população francesa.

Confira os pontos turísticos que você não pode perder no país.

1. Torre Eiffel, Paris

Um dos principais cartões-postais da França, a Torre Eiffel é uma torre de ferro, com 300 metros de altura, construída em 1889, situada no Champ de Mars, em Paris. O monumento é o mais visitado do mundo e, por isso, não pode ficar de fora da lista sobre o que fazer na França de jeito nenhum.

Como a atração é muito concorrida e as filas chegam a durar mais de duas horas, recomendamos a compra de seu ingresso pela internet para otimizar melhor o tempo de sua viagem.

2. Museu do Louvre, Paris

O Museu do Louvre também é outra atração imperdível na França. O monumento, que foi inaugurado no final do século XVIII, é o museu mais relevante do país e também um dos mais visitados do mundo. É nele que fica, entre outras esculturas e pinturas, a Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci.

museu do louvre paris

Anualmente, mais de oito milhões de visitantes são recebidos no local. E, como é uma atração muito concorrida, você pode adquirir seu ingresso pela internet e poupar tempo.

3. Arco do Triunfo e Champs Élysées, Paris

Um dos símbolos mais conhecidos de Paris, o Arco do Triunfo representa as vitórias do exército da França sob as ordens de Napoleão, que ordenou sua construção.

O monumento, que tem 50 metros de altura e base de 45 por 22 metros, demorou 30 anos para ficar pronto e proporciona uma das melhores vistas da cidade. De cima do Arco do Triunfo, é possível ver, entre outros pontos, a avenida Champs Élysées, uma das mais famosas e conhecidas avenidas do mundo, com muito comércio e restaurantes renomados.

Você também pode adquirir sua entrada para o Arco do Triunfo de forma online, pelo Get Your Guide.

4. Palácio de Versalhes, Versalhes

O Palácio de Versalhes é outro ponto turístico que você não pode deixar de incluir na sua lista do que fazer na França. O local é um dos mais visitados do país. Trata-se de um castelo real, com uma imponente arquitetura barroca francesa e mais de 800 hectares de jardins.

Há mais de 30 anos, o monumento, que une história e cultura, é Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

E pelo Get Your Guide você pode adquirir seu ingresso para esta imperdível atração, com direito a conhecer o palácio e os jardins e, assim, evitar filas.

Veja quanto custam e como comprar ingressos para Versalhes.

Viaje sempre com internet no celular

Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia.

O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

VER PLANOS »

5. Basílica do Sacré Coeur, Paris

A Basílica do Sacré Coeur é uma das igrejas mais famosas do mundo todo. Situada no conhecido bairro de Montmartre, a igreja começou a ser construída em 1875, ficou pronta em 1914, e somente 5 anos depois foi consagrada como basílica.

basilica do sacre coeur

O monumento possui uma grande cúpula, que pode ser vista de diversos pontos da cidade, e, de sua colina de 130 metros de altura, é possível ter uma vista fabulosa de Paris.

6. Jardins de Luxemburgo, Paris

Criados em 1612, sob as ordens de Maria de Médicis, os Jardins de Luxemburgo são os mais populares, centrais e bonitos da cidade de Paris.

O lugar cheio de plantas e esculturas, ideal para um descanso, brincadeira, piquenique e também para aproveitar a tranquilidade, está entre o que fazer de graça em Paris.

7. Place des Vosges, Paris

A Place des Vosges é a praça mais antiga de Paris. Ela foi inaugurada em 1612, com a festa de casamento de Luís XIII e Ana de Habsburgo.

Ela mede 127 x 140 metros, e está rodeada por 36 pavilhões de ladrilho vermelho, que foram construídos simetricamente. No centro da Place des Vosges, tem um agradável jardim com tílias, fontes e uma estátua de Luís XIII.

8. Praça Concorde, Paris

A Praça Concorde (Place de la Concorde) é a segunda maior do país em tamanho, ficando atrás somente da Quinconces, de Bordeaux. Inclua esta atração no seu roteiro do que fazer na França.

praca concorde paris

Construída entre 1757 e 1779, com nome de Praça de Luís XV, esta praça ficou com sua aparência atual entre 1836 e 1840, quando um grande obelisco, advindo de Luxor, de mais de 3 mil anos de antiguidade, doado pelo vice-rei do Egito, foi inserido no seu centro.

9. Passeio de barco pelo Rio Sena, Paris

O Rio Sena é outra atração que não pode ficar de fora da nossa seleção sobre o que fazer na França. Nele, você pode passear de barco e ter vistas incríveis da Torre Eiffel, do Museu do Louvre, do Museu d’Orsay e de outros monumentos. O pôr-do-sol às suas margens é lindo!

Você pode comprar antecipadamente seu ingresso e se programar para curtir um passeio de barco pelo Rio Sena.

10. Museu D’Orsay, Paris

Com muita história, o Museu D’Orsay é outra programação que você não pode perder na França. Localizado em uma antiga estação de trem, o Museu D’Orsay, criado em 1986, exibe pinturas impressionistas e pós-impressionistas e uma vasta coleção de escultura, artes e itens arquitetônicos.

Pelo Get Your Guide, você pode adquirir antecipadamente seu bilhete para entrar no Museu D’Orsay.

11. Casa e jardins de Monet, Giverny

Giverny, cidade onde estão os famosos Jardins de Monet, fica a cerca de 75 km de Paris e é possível chegar ao local de trem em pouco mais de uma hora.

Claude Monet, um dos mais importantes pintores impressionistas, nasceu em Paris e se mudou para Giverny, onde morou por mais de 40 anos. E os jardins de sua propriedade eram inspiração para diversas de suas obras.

12. Basílica de Notre Dame de Fouvière, Lyon

Assim como o centro histórico da cidade, a Basílica de Notre Dame de Fouvière é Patrimônio cultural da Unesco desde 1998 e oferece entrada gratuita aos visitantes.

basilica de notre dame fouviere

Trata-se de uma bela construção, com painéis bíblicos coloridos em forma mosaico, detalhes dourados, com uma linda ornamentação, além de um mirante, de onde é possível ter uma vista panorâmica da cidade.

O que fazer na França: sugestão de roteiro

Como se trata de um país muito turístico, há muito o que fazer na França. Confira uma sugestão de roteiro para uma semana de viagem ao país.

Paris: dias 1, 2, 3 e 4

Dia 1

  • Arco do Triunfo;
  • Champs-Élysées;
  • Jardins de Luxemburgo;
  • Grand Palais;
  • Ponte Alexandre III;
  • Praça Concorde;
  • Jardins Tuileries;
  • Palais Royal.

Dia 2

  • Pirâmide do Louvre;
  • Museu do Louvre;
  • Picasso National Museum;
  • Sainte-Chapelle;
  • Parthenon.

Dia 3

  • Torre Eiffel;
  • Campo de Marte;
  • Museu de Orsay;
  • Quartier Latin;
  • Museu de Cluny.

Dia 4

  • Passeio de barco pelo Rio Sena;
  • Basílica de Sacré Cœur;
  • Montmartre;
  • Ópera Garnier;
  • Praça des Vosges;
  • Praça da Bastilha;
  • Île Saint-Louis.

Versalhes: dia 5

  • Palácio e Jardins de Versalhes.

Giverny: dia 6

  • Fundação Claude Monet e jardins;
  • Museu dos Impressionismos Giverny;
  • Chateau de Bizy.

Lyon: dia 7

  • Basílica de Notre Dame de Fouvière;
  • Centro histórico;
  • Place Bellecour;
  • Catedral de Lyon;
  • Museu de Belas Artes de Lyon;
  • Restaurantes estrelados (Aix-en-Provence).

Caso fique mais tempo no país, você pode conhecer, entre outras, as seguintes cidades: Nice, com muitas praias, Bordeaux, com seus renomados vinhos, Marselha, a cidade francesa mais antiga, e Djon, com seu centro histórico classificado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Como é o clima na França

As estações do ano são bem definidas na França. A temperatura média anual gira em torno de 13ºC, sendo que no verão (julho e agosto), pode passar de 20ºC, e o inverno (de dezembro a fevereiro) pode apresentar temperaturas negativas.

Saiba tudo sobre as estações do ano na França.

Quando visitar a França

A França tem seu charme em qualquer época do ano, então, o período ideal vai depender do seu gosto. Mas o preferido dos turistas é a primavera, quando não está muito quente nem muito frio e é possível aproveitar com mais tranquilidade os pontos turísticos, porque não estão tão lotados, como ficam no verão europeu, período de férias escolares.

Confira neste artigo as melhores épocas do ano para visitar cidades europeias e poupar dinheiro.

O que fazer na França: onde se hospedar

Por ser um país muito turístico, não faltam boas hospedagens para você. E, para fazer grande parte das programações turísticas, o ideal é se hospedar em Paris e próximo ao centro ou a alguma estação de metrô. Já escrevemos sobre os melhores lugares para ficar em Paris.

Confira a seguir algumas opções de hospedagens, pesquisadas no Booking.com, de acordo com avaliações de seus usuários.

Observação: a pesquisa foi realizada em junho de 2019 para uma diária de um casal, de um sábado para um domingo de novembro de 2019.

O que fazer na França: onde comer

Os restaurantes franceses são reconhecidos pela sua saborosa e requintada gastronomia. Alguns dos restaurantes que merecem destaque são: L’Atelier d’Edmond, o Pavillon Henri IV e o Restaurant du Chateau, localizados em Paris.

Mas você verá que não vão faltar boas opções para comer nesta cidade ou nas outras que você vai conhecer. Para verificar os restaurantes, separados por cidades e tipos de refeição, dê uma olhada no TripAdvisor.

O que fazer na França à noite: vida noturna

Há muitas opções também de programações noturnas, que vão desde bares, como o Chez Prune, em Paris, e o Vieux Lyon, em Lyon, até casas noturnas, como a Queen Club, na Avenida Champs-Élysées, restaurantes (uma boa dica em Paris é jantar em um dos restaurantes da Torre Eiffel), cabarés (e assistir a um show no shows no Moulin Rouge), passeio de barco pelo Rio Sena, entre muitas outras.

Agora que você já sabe o que fazer na França, programe-se para visitar este lindo e turístico país e tenha uma ótima viagem!

Prepare a sua Viagem:
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para visitar a Europa?

    Seja por lazer, negócios ou outro motivo, a imigração no aeroporto pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Vai precisar de carro? Para aluguel de carros na Europa esta é a nossa sugestão

    Ter um carro à disposição é um conforto enorme dependendo do tipo de viagem (em família, road trip, etc). Na Europa, sempre alugamos através da RentCars que tem os melhores preços do mercado.

    VER CARROS »
  • Viaje sempre com internet no celular

    Para consultar o Google Maps, chamar um Uber, tirar qualquer dúvida ou para alguma emergência, viajar com internet sem depender de Wi-Fi é essencial hoje em dia. O Chip que usamos sempre em nossas viagens é o da Viaje Conectado que tem os melhores preços e cobertura de 4G do mercado.

    VER PLANOS »
COMPARTILHE
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.